Blog

OS 5 OBSTÁCULOS DO PROPRIETÁRIO NA VENDA

Se está a pensar vender o seu imóvel, ou até já iniciou o processo e tem a casa no mercado, saiba que terá de enfrentar vários obstáculos antes de levar a tarefa a bom-porto. É um processo complexo, com muitas variáveis e com uma permanente dúvida: será que valorizou suficientemente o seu ativo?
Estes são os 5 principais obstáculos que os proprietários enfrentam quando decidem vender sozinhos, ou sem compromisso, os seus imóveis:
 
Determinar o valor de venda – Um valor demasiado alto afastará os compradores mais qualificados e ajudará outros proprietários a vender os seus imóveis na zona. Um valor demasiado baixo atrairá investidores e oportunistas interessados em baixar ainda mais o preço!! Apenas o preço certo permitirá retirar todo o proveito do negócio, encontrando o cliente que procura um imóvel e não um negócio.
Mas, como determinar esse preço?! A verdade é que o preço correto do seu imóvel é aquele que se situa entre o preço do imóvel comparável mais barato em venda e o preço do último imóvel comparável vendido. Se a primeira informação é relativamente fácil de conseguir, já a segunda normalmente só está ao alcance dos profissionais do ramo. Existem ainda outras questões relacionadas com o preço que deve ponderar, como as obras ou equipamentos que oferece. Saiba que há obras que valorizam o imóvel e outras apenas contribuem para que retire mais prazer dele… a diferença é que os compradores só estão dispostos a pagar pelas primeiras.
 
Fechar o Negócio
Se o comprador que lhe aparecer for um investidor experiente, ou estiver assessorado por um Agente Imobiliário ou Advogado, é provável que parta em grande desvantagem na negociação. Existem várias estratégias negociais que se podem usar para baixar preços e desvalorizar um imóvel. Felizmente, existem ainda mais que contribuem para valorizá-lo e defender o preço pedido. Muitos proprietários saem de uma negociação a achar que fizeram um bom negócio mas na maior parte dos casos apenas foram conduzidos a uma transação pouco favorável aos seus interesses.
 
A “tralha” que afugenta o comprador
Ninguém compra um imóvel sem vê-lo. Ninguém faz uma boa proposta por um imóvel que não revele de caras todo o seu potencial. Quando se trata de um imóvel usado é essencial despersonalizar, retirar todos os objetos e alterações que fez com o objetivo de transformar a casa no seu lar. Fotos de família, placas com o nome dos miúdos na porta do quarto, lembranças de viagens, casotas e brinquedos de animais… todos esses objetos a que está habituado podem funcionar como autênticos repelentes para compradores. Para eles é fundamental “imaginar” a sua vivência na nova casa e é muito mais difícil que o consigam se tiver uma foto dos seus avôs na parede da sala ou um quarto que transformou em escritório “barra” ginásio.
 
A segurança da sua família e do seu ativo
Colocar uma placa de venda na varanda vai atrair alguns compradores, mas como sabe que todos os que lhe batem à porta são compradores?  Uma placa é um convite a que um estranho entre na sua casa e no espaço da sua família, nunca saberá se o objetivo dessa pessoa é comprar um imóvel ou perceber se tem alarme na casa e qual a marca do ecrã plasma. Tenha cuidado!
Há ainda uma outra dimensão da segurança a ter em conta: se o comprador tem um advogado, um banco e um agente a aconselhá-lo está em clara desvantagem. Quem defenderá os seus interesses e garantirá que os contratos o protegem ou que as condições de pagamento o beneficiam?
 
O tempo para todo o processo
Desde o certificado energético até à assinatura da escritura existem dezenas de passos e procedimentos burocráticos fundamentais para o sucesso. As visitas deverão ser muitas por forma a potenciar um melhor negócio e estas normalmente são realizadas em horários que privilegiam os compradores… depois ainda é preciso mostrar a casa a familiares dos interessados, ao decorador, ao avaliador do banco, ao amigo agente imobiliário, ao pintor ou ao segurador. São horas e mais horas de tarefas e imprevistos, que podem atrapalhar ou até liquidar o negócio a qualquer momento. Se tem pouco tempo este pode ser um grande problema.
 
Existem muitos mais obstáculos que irão interferir na venda do seu imóvel e na mais-valia que obterá com a venda do mesmo, talvez por isso cada vez mais pessoas confiam nos profissionais imobiliários para representá-las na venda da casa e para conseguir melhores e mais seguros negócios, até porque, caso não saiba, os honorários que pagará a esses profissionais são despesas elegíveis para dedução nas mais-valias que vier a obter com a venda, tornando assim este serviço muito mais barato do que aquilo que provavelmente pensa.
 
©Realtyart SA | 2017 - Paulo Silva